Revitalização da Estação Ferroviária está prevista para começar em fevereiro

 Revitalização da Estação Ferroviária está prevista para começar em fevereiro

Será reformada a fachada, telhado, parte elétrica e interior do prédio, além de uma cobertura para a preservação da Locomotiva Zezé Leone

Atualmente o patrimônio tombado da Estação Ferroviária Central de Santos Dumont, é sediado pelo “Centro Cultural Paulo de Paula”, “Museu Ferroviário” e o “Arquivo Público Municipal”. A restauração, revitalização e requalificação do local foram idealizadas pelo movimento “Ação em Movimentos Artísticos de Santos Dumont” (AMA-SD) e será patrocinada pela empresa MRS Logística através da Lei de Incentivo à Cultura (Lei Rouanet) com o apoio da Prefeitura Municipal de Santos Dumont.

O projeto foi aprovado no ano de 2018 pela Comissão Nacional de Incentivo à Cultura (CNIC) da Secretaria Especial da Cultura, e desde então, está sendo realizada uma série de processos para dar início às obras. Segundo a assessoria da prefeitura, as obras estão previstas para iniciarem no mês de fevereiro, com a conclusão inicial para agosto. A princípio será realizada a reforma completa do telhado e em um segundo momento, a reforma completa na parte elétrica e da fachada, por último será realizado a restauração do interior do prédio e a construção de uma cobertura para a Locomotiva Zezé Leone. O valor inicial disponível é no valor de R$800.000,00. E ao final, quando estiverem realizando a revitalização do interior e construção da cobertura, serão disponibilizados, então, mais R$ 800.000,00. Conforme a AMA, ainda neste mês será colocado o canteiro de obras.

Membros da AMA-SD, representantes Prefeitura e da MRS Logística e da construtora durante a reunião na Prefeitura / Foto: Reprodução Assessoria de Comunicação da Prefeitura Municipal

A AMA-SD esteve em reunião com a Prefeitura na última quarta-feira, 20, para formalizar o projeto. Estiveram presentes o prefeito Carlos Alberto de Azevedo (Cidadania) e o Secretário Municipal de Meio Ambiente, Turismo, Esporte e Lazer, Frederico Kingma Orland, além dos representantes da MRS Logística e da construtora que irá realizar o serviço.

Para Frederico, a reforma do espaço é de grande importância, pois contempla uma das principais atrações turísticas da cidade “Além de abrigar o Museu Ferroviário e ser um Centro Cultural que recebe diversos eventos, também abriga o que hoje é uma das principais atrações que a cidade tem a oferecer pra turistas, que é a visita à locomotiva Zezé Leone e a possibilidade de jantar nos vagões do Trem de Prata”. Ele afirma que a precarização do local prejudica a visitação na Estação Ferroviária e no que ela oferece para a população“Hoje o restaurante como atração turística, ainda não alavancou justamente pelas condições precárias da estação e seu entorno, que acaba sendo convite para usuários de drogas virem à noite, moradores de rua, etc”. 

A revitalização do espaço traz a esperança que o turismo na cidade aumente “Tenho certeza com uma estação revitalizada, não apenas estruturalmente, mas também no seu entorno, vai se tornar um local excelente para visitas turísticas, seja para visitar a locomotiva, o museu ferroviário, o restaurante ou para acompanhar os eventos que com certeza acontecerão com mais frequência no salão do Centro Cultural Paulo de Paula” complementa o secretário.

Therezinha Couri

Notícias Relacionadas