Você sabia que o marketing pessoal foi marcante para o acervo sobre o “PAI DA AVIAÇÃO”?

 Você sabia que o marketing pessoal foi marcante para o acervo sobre o “PAI DA AVIAÇÃO”?

Le Monde Illustre 1902

Alberto Santos-Dumont era especialista em marketing pessoal numa época em que esse termo nem existia. Entre outras iniciativas, costumava avisar a imprensa com antecedência sobre seus feitos e contratar fotógrafos para registrar seu trabalho no hangar e as apresentações públicas de seus inventos. Com isso, há farto material sobre seus balões e dirigíveis, incluindo notícias de prêmios e acidentes.

Segundo materiais publicados pela mídia brasileira, para rastrear referências a seu nome e a feitos aeronáuticos publicados pela imprensa de todo o mundo, Santos=Dumont contratou o serviço de pelo menos quatro empresas especializadas.

Para rastrear referências a seu nome e a feitos aeronáuticos publicados pela imprensa de todo o mundo, Santos-Dumont contratou o serviço de pelo menos quatro empresas especializadas. Fundada em 1880 e situada no número 21 do Boulevard Montmartre, em Paris, a Le Courrier de la Presse foi uma das que mais lhe enviaram recortes. Todos vinham com uma ficha da empresa e a referência ao inventor no texto sublinhada com lápis de cor. Cada pedaço de jornal enviado custava 30 cêntimos de franco, valor que caía proporcionalmente com o aumento da quantidade – cem recortes, por exemplo, saíam por 25 francos.

“Não há qualquer sombra de dúvida quanto ao fato de que Santos-Dumont resolveu definitivamente a questão da aeronavegabilidade”, publicou o New York Herald em 13 de julho de 1901. “A experiência inusitada de Dumont alegra a humanidade em relação ao futuro”, disse um jornal alemão em 27 de julho do mesmo ano.

“Santos-Dumont é o homem do dia. Algumas notas de sua biografia: ele tem 25 anos. Sua vocação aeronáutica vem de seu gosto nato pela mecânica (…). Muito valente, verdadeiro campeão do balão dirigível e brevemente sem dúvida da máquina volante, ele tomou a frente no momento de revolucionar as condições da locomoção sobre nosso planeta”, resumiu o jornal francês L’Echo de Paris, em 14 de julho de 1901. “Este engenheiro não só é um inventor genial, ele é também um grande piloto”, diz jornal húngaro na mesma data, errando sobre a formação do inventor – Santos-Dumont não só não se formou em Engenharia como não concluiu nenhuma outra faculdade.

“Santos-Dumont é o homem do dia. Algumas notas de sua biografia: ele tem 25 anos. Sua vocação aeronáutica vem de seu gosto nato pela mecânica (…). Muito valente, verdadeiro campeão do balão dirigível e brevemente sem dúvida da máquina volante, ele tomou a frente no momento de revolucionar as condições da locomoção sobre nosso planeta”, resumiu o jornal francês L’Echo de Paris, em 14 de julho de 1901. “Este engenheiro não só é um inventor genial, ele é também um grande piloto”, diz jornal húngaro na mesma data, errando sobre a formação do inventor – Santos-Dumont não só não se formou em Engenharia como não concluiu nenhuma outra faculdade.

Como maior inspirador e conterrâneo, a #Hastag Mídias e o BWNews (Brésil Web News) se inspiram a cada dia na história da INOVAÇÃO, INTELIGÊNCIA e INTERATIVIDADE desse grande herói nacional.

Sem dúvida o maior inventor brasileiro estava à frente de seu tempo e sabia promover o que estava fazendo.

Le Monde Illustre 1902
Balão e dirigivel em forma de charuto eram sempre lembrados nos desenhos
Daily Express de Londre 1901

Fonte:
Museu Cabangu
Brasileiros Voadores. 300 Anos pelos céus do mundo. (Laurete Godoy e J. H. D. Dodsworth)
Especial Santos Dumont (Estadão)
Santos Dumont (G1)

Notícias Relacionadas